Quem me conhece sabe que eu adoro ler! Apesar de o fazer com menos freqüência do que gostaria (até porque atualmente ando sem paciência… Sabe-se lá o motivo…). Como já falei de vários assuntos que me interessam como games e música, um texto sobre livros é necessário! Vou fazer uma série de três textos sobre o assunto no decorrer da semana, começando hoje com: Livros de literatura que ajudaram a formar meu pensamento atual! Ah sim, vou tentar escolher livros curtos, considerando que muita gente não gosta de ler (mesmo que leia o dia todo na Internet e MSN), são livros rápidos de ler ( 1 hora no máximo) e que mesmo assim podem consolidar ou mudar sua forma de ver o mundo!

Revolução dos Bichos George Orwell

Este livrinho de 112 páginas fala sobre uma fazenda onde os porcos lideram os outros animais e se juntam para tomar o poder dos fazendeiros explorador. Apesar do nome infantil, e mesmo da própria narração ter um ar bastante lúdico, quase uma fábula, o livro trás um sarcasmo e uma crítica ao socialismo de Stalin implacáveis, prevendo vários dos eventos que fazem parte da historia da União Soviética, e mostrando de forma ácida o poder manipulador da comunicação. 1984 do mesmo autor trata do mesmo assunto de forma mais densa, mas uma critica tão bem construída e feroz feita de forma tão aparentemente simples, demonstram a genialidade de Orwell.

O Pequeno Príncipe Antoine de Saint-Exupéry

Com 93 páginas e conhecido como “livro de Miss”, por ter sido o único livro que muitas delas leram no decorrer de sua vida de acordo com o estereotipo popular, esta obra prima da literatura francesa é especialmente interessante porquê… É difícil uma mesma interpretação após varias leituras… Apesar de ser um livro infantil, a profundidade da saga do Principezinho leva a pensar e refletir qualquer “véio cacumido”. Se quiser ler, o texto completo em português e ilustrado se encontra aqui! E boa sorte para não chorar no final!

As Crônicas de Nárnia C. S. Lewis

Esta série de sete curtos livros infantis é realmente incrível. Apesar de muitos torcerem o nariz, seja pelo filme da Disney, seja pela “competição” com Senhor dos Anéis (eles que me perdoem alias, acho este muito melhor), seja pela overdose de livros de fantasia… Engulam o orgulho e leiam! Apesar da inspiração cristã (alias, estes livros mudaram muito minha visão do cristianismo), qualquer um (até o ateu mais chato) consegue ver a delicadeza da escrita de Lewis e a simplicidade divertida de sua narração. Aos desavisados, este livro foi escrito antes de OSDA e apesar de serem livros de fantasia, suas temáticas e abordagens são completamente diferentes. Para qualquer um que goste de bons livros com boas mensagens, que como bem sabemos, não tem credo. Meus contos preferidos são O sobrinho do mago (201 páginas) e A batalha final (184 páginas).

Anúncios