Certo, sei que o assunto já é meio velho… Mas agora que a hype já passou e que a série foi devidamente digerida, vou falar um pouco sobre Harry Potter!

Comecei a ler por influencia externa (Carol e Fernanda) em uma época em que eu já gostava um bocado de livros (pelo menos em relação a isso eu nunca tive problemas) e devo dizer que me apaixonei logo de cara… O mais interessante aqui talvez seja o fato de que o pacotão escrito pela tia inglesa ex-falida atual milionária seja a forma como ela deu conta de se comunicar com varias faixas etárias no decorrer da série, ou seja, a narrativa pode facilmente acompanhar o crescimento de alguém (como foi comigo) e não só em termos de linguagem, mas também de complexidade.

Os livros foram ficando cada vez maiores no decorrer da série porquê não tinha escapatória em relação a isso… As impressões de mundo de cada personagem mudam, os posicionamentos e crenças mudam… Situações ridicularizadas no começo da série se mostram sensatas e até mesmo urgentes no final da série (como o pensamento de Hermione em relação aos elfos domésticos), assim como fica bem claro a partir de um momento que muitas vezes a diferença entre um grande herói e um grande vilão pode ser apenas a forma mais ou menos direta como cada um age para atingir os mesmos objetivos, afinal… No que Dumbledore e Valdemort eram tão diferentes no final das contas? Dona Rowling é genial ao inverter todos os conceitos formados no decorrer de seis livros e mostrar que o mundo mágico não era tão mágico assim!

No final das contas, temos uma série que apesar de longa e (eu admito) exaustiva em certos pontos, faz uma analise MUITO interessante sobre a sociedade (até mesmo atual, mas não sei se é hora de me aprofundar sobre isso), sobre como tantos preconceitos são disfarçados de cultura e sobre como muitos males vem disfarçados de “tornar o mundo melhor”. Se não tiver lido e tiver saco para ler os sete, recomendo! =)

books_covers_usdh_1

Anúncios